Categoria: Crônica


Respeite o meu 1kg de força


Tô chegando aos 30 e resolvi sair do sedentarismo de uma vez por todas. Já tentei pilates e hidroginástica. Mas, no fundo, sempre soube que eram atividades mais voltadas para o meu condicionamento emocional do que físico, já que era minha chance de ter a minha mãe só pra mim...

Três mulheres: passado recente, presente e futuro


Luisa, Eliza e Ana Maria têm idades diferentes. São 5 anos, 2 primaveras e 10 dias, respectivamente. Pra qualquer um, são crianças que descobrem o mundo – cada uma na sua fase e ao seu jeito. Em mim elas provocam, entre brincadeiras e choros, um transporte ao passado e uma...

Carta para Ana Maria


Eu queria aproveitar o cansaço (que, ao contrário do que vive a sua mãe, não é físico, mas emocional) pra te dar boas-vindas, Ana Maria. Esse mundo, que você até hoje habitou no quentinho do ventre, às vezes cansa. Mas é bonito demais e hoje, quando me dei conta que...

Estamos todos de ressaca


O enjôo da ressaca é diferente de qualquer outro. Primeiro porque raramente vem sozinho: o peso na consciência, o "por que não pensei nisso antes?" e o arrependimento são sintomas claros de que exageramos na dose. Tenho a impressão de que vivemos numa ressaca coletiva, que aflige seres humanos que...

O mar é para todos, o rio também


Li tardiamente Feliz Ano Velho, do Marcelo Rubens Paiva. Já nas primeiras linhas, quando ele descreve a sensação libertadora e incrível de estar à beira do rio com os amigos brincando naquele espaço, voltei a ser criança. (mais…)

Amargo, quente e delicioso: um café e um amor


"Preto e sem açúcar, por favor". É meu primeiro teste com qualquer relacionamento (amor, amizade, trabalho). Se vier um julgamento por eu gostar de beber a vida assim, quase à seco, coloco os meus dois pés atrás e visto meus patuás. Não se zomba de quem prefere o sabor amargo...

Estou planejando uma fuga


Estou planejando uma fuga. Quero juntar meia dúzia de roupas, um cartão de crédito com limite muito acima do que eu posso pagar e todas as minhas frustrações e sair. Não sei bem pra onde, mas tenho certeza que não me faltariam opções. Estou em Santa Catarina, afinal, e praias...

Faz tempo que eu quero te dizer


A vida anda louca, como diz a música do Vander Lee que não sai da minha cabeça e há dias estou me prometendo largar tudo para ouvir. Não é falta de tempo, eu sei. É a nossa rotina de pequenas declarações de amor nas entrelinhas da louça lavada, do beijo...

10 anos de jornalismo: ciranda e montanha-russa


No dia 13 de março, completo 10 anos trabalhando com jornalismo. Do primeiro dia de mãos trêmulas e medo de errar as informações do lead (estrutura básica de um primeiro parágrafo noticioso) até o empreendedorismo e todas as suas conseqüências. São 10 anos de amor e ódio, arrependimento e orgulho...

Nunca vi a Portela ganhar, mas no meu peito ela sempre venceu


Eu estava numa feijoada com samba que, numa cidade como a minha, onde boa parte dos moradores desdenha carnaval como se não estivesse no Brasil, era quase como um oásis. Fazia calor e eu sambava até derreter brincando com os músicos que já faziam parte do meu ciclo de amigos...

Carta para quem amou em 2015


Este não foi um ano fácil, é verdade. Talvez porque tenha sido a própria contradição: demorou, ao mesmo tempo em que voou. E, já que a felicidade é estar onde se está (nem pensando em como será o futuro, nem vivendo do que foi o passado), você pode se sentir...