Categoria: Entenda os Homens


Você não é o único nesse novo mundo louco


O nosso contato com o mundo real diminuiu, mas a quantidade de gente que acompanhamos aumentou. Também cresceu a quantidade de links, novidades, top 5, imperdível, leia essa reflexão, como você viveu sem pensar nisso e outros títulos chamativos como estes. E enquanto o mundo parece sorrir, nos sentimos as...

Quando eu te disse sim


Um dia você me perguntou se eu queria passar a minha vida contigo e eu demorei um pouco pra responder. Talvez você tenha pensado que questionei as minhas escolhas, que cogitei sair correndo, largar tudo e fugir pra longe. Mas eu nunca pensei em negar a oportunidade de envelhecer do...

Eu te amo não é bom dia. Mas será um tesouro ultrasecreto?


Dizer "eu te amo" é mais ou menos como declarar que come cereal. Quando você é criança, é normal e você esbanja. Depois, na adolescência, quando pensa em dizer que ama a melhor-amiga-há-uma-semana bate uma vergonha descomunal e soletrar as três palavrinhas para o namorado se torna um pesadelo: você...

Em 2016, seja uma faísca


Dizer que o que faz a riqueza do mundo é a convivência entre os diferentes ficou complicado neste 2015. As marcas da intolerância religiosa, cultural, sexual, partidária e de tantas outras naturezas se espalham como um rastilho de pólvora. Diálogo e tolerância foram substituídos por insultos e pontapés. Esquecemos que...

Carta para quem amou em 2015


Este não foi um ano fácil, é verdade. Talvez porque tenha sido a própria contradição: demorou, ao mesmo tempo em que voou. E, já que a felicidade é estar onde se está (nem pensando em como será o futuro, nem vivendo do que foi o passado), você pode se sentir...

Você já errou muito, mas está tudo bem


Ontem conversei com uma amiga sobre como nos arrependemos das coisas. Do intercâmbio que não fizemos, da maturidade para tomar decisões que não tivemos nas horas mais importantes da vida. Sem perceber, conjugamos os verbos no pretérito perfeito. E a gramática trouxe respostas quando nem houve perguntas. (mais…)

Temos opções demais, tomamos decisões de menos


Percebo que estou sendo infantil ou dramática numa conversa, quando a minha mãe diz “imagine que quando eu tinha sua idade não tinha duas opções”. Amigos comprovam o que a ciência talvez nunca tenha estudado: a frustração da nossa geração é fruto da quantidade de opções de que temos para...

Entre suas aspas


É mais uma conversa. A última. Você “não sabe como começar” e eu não sei como terminar. Entre edredons, afagos, lágrimas, passados, covardias. São duas forças contrárias aqui dentro. Uma me pede pra ficar mais, te olhar mais porque sabe que vai ser a última vez. Outra implora pra que...

Fico só com a saudade


Então fica o acordo: eu não falo, tu não falas e ficamos nesse silêncio que é mais fuga do que a própria palavra. Eu fico com o teu sorriso desconcertante que eu não sei mais se foi real ou se eu que imaginei que os teus dentes perfeitamente emparelhados se...

Se ontem fosse hoje, eu faria diferente


Lembro como se fosse ontem, mas tem mais a ver com querer que seja amanhã. Confundo os tempos verbais porque, no fundo, eu queria mesmo que o tempo retrocedesse – não pra viver tudo de novo, mas pra fazer tudo diferente. Se hoje fosse amanhã, eu dançaria conforme a música....

Somos a geração ideal: a que tudo idealiza e nada realiza


Demorei sete anos (desde que saí da casa dos meus pais) para ler o saquinho do arroz que diz quanto tempo ele deve ficar na panela. Comi muito arroz duro fingindo estar “al dente”, muito arroz empapado dizendo que “foi de propósito”. Na minha panela esteve por todos esses anos...

Geração Sandy: 6 coisas que a irmã do Junior te ensinou


Todas nós somos amigas íntimas da Sandy. Eu, você, Fernanda Gentil, Manu Gavassi (gata, invejei muito isso aqui). Todo mundo ensaiou como seria conhecer o Junior, tinha pastas com todas as revistas que saiam com qualquer notinha sobre a vida dela. Sabíamos todas as músicas, nos postávamos em frente às...