Curtametragem XXIII


E quando me julgarem por viver paixões eternas em dois meses terei a certeza muda de ter acumulado mais sentimento em mim do que em um só pra sempre.

Outros textos

3 Replies to “Curtametragem XXIII”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *