Roquentin(ando)


Maldito mel dito das palavras doces. Elas atenuam ainda mais o que é salgado. Maldito! Mal dito o excesso, as contradições, contraposições. As insônias e os sonhos.

(…)

Bem-ditas. Benditas as palavras doces. Maldito silêncio. Mal-dito.

Outros textos

3 Replies to “Roquentin(ando)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *